domingo, 27 de maio de 2012

e eu choro baixinho porque o mundo não explode e esse silêncio todo - que surpresa! - machuca.